Julinho Bittencourt e Choro de Bolso lançam CD ‘Os choros, sambas e canções que a gente mesmo faz’


Leonor Bianchi

Após um show em Santos (SP), no Teatro Guarany, em2012, Julinho Bittencourt e o Duo Choro de Bolso, formado por Marcos Canduta e Débora Gozzoli, começaram a pensar em entrar em estúdio e gravar seu primeiro CD juntos.

Com arranjos de Marcos Canduta, produção do Choro de Bolso, Fernando Mutti Rebello e Julinho Bittencourt, o CD ‘Os choros, sambas e canções que a gente mesmo faz’ tem músicas de Marco Canduta letradas por Julinho Bittencourt e texto de Julinho musicados por Marcos.

choro de bolso 2

O disco passeia por temas inspirados em nosso cotidiano, como os pequenos dramas românticos e as notícias de jornal… e, ao mesmo tempo em que tem um vigor estilístico elaborado, suas músicas passeiam pelo universo do cancioneiro popular, explorando o lado de ser e cantar do povo brasileiro, criando assim um elo entre o tradicional e o moderno de nossa cultura.

As gravações dos sambas, choros, valsas, canções, moda de viola que ouvimos no disco, privilegiaram os instrumentos em modo acústico, a fim de extrair destes uma sonoridade original. O ‘modo acústico’ do disco favorece uma estética já deixada de lado em muitas gravações no Brasil, onde ganham mais espaço os efeitos de instrumentos eletrônicos e os samplers. O CD tem 14 músicas autorais de Marcos Canduta, Julinho Débora.

Participam do disco, além de Julinho, Marcos Canduta e Débora, os músicos Edinho Schmidt [pandeiro], Arnaldo [surdo], Ederson Múmia e Piquito [percussão], Rogério Duarte [baixo], JR [cavaco], Pablo Peres [violoncelo] e Edmur Vianna [violino].

Muito conhecido em Santos, o Choro de Bolso se apresenta às sextas-feiras na calçada da Marechal Deodoro, próximo à Praça Independência.

O CD teve apoio do Fundo Municipal de Cultura – Facult de Santos.

Desde que fora idealizado até o dia em que começaram a gravar o CD, passaram-se sete meses. Os músicos entraram em estúdio em janeiro de 2013 e em dezembro desse ano foram feitas as últimas gravações. Em janeiro de 2014 o disco começou a ser mixado e logo após, masterizado. O processo de finalização do trabalho durou até o final de julho do ano passado, só que um fato ocorreu, que acabou atrasando o lançamento do CD: o disco foi para uma fábrica, que durante o processo de prensagem do CD foi vendida. Mas tudo foi resolvido e o disco está na roda desde que foi lançado, em março deste ano.

Em Santos, o disco está à venda na Realejo Livros e na Disqueria. Para quem quiser adquirir o CD pela internet, basta acessar a página do Choro de Bolso no Facebook, que o disco é enviado pelos Correios.

Músicas do CdD já estão online

Como forma de divulgar o máximo o trabalho, os músicos decidiram colocar gratuitamente todas as faixas do disco online na internet. Pelo site Soundcloud, quem quiser, pode ouvir e compartilhar com os amigos. É só entrar no site e digitar “Os Choros, Sambas e Canções que a gente mesmo faz”.

imprensabr
Author: imprensabr

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.