Os Pais do Choro




O flautista Toninho Carrasqueira se apresentará no primeiro espetáculo do projeto História do Choro, idealizado pelo bandolinista de Curitiba Daniel Migliavacca
Redação Daniel Migliavacca convida instrumentistas brasileiros para série de shows no Paiol dedicada à História do Choro Serão seis shows diferentes que acontecem de julho a dezembro, uma vez por mês, no Teatro Paiol em Curitiba. Para a série de shows, Daniel Migliavacca convida 14 músicos para concertos com repertórios […]

Projeto valoriza a formação de plateia para o Choro




donga-samba~2
Leonor Bianchi Esta semana conheci Márcia Zaíra, neta de Donga, através de várias mensagens de áudio e texto trocadas pelo aplicativo de conversa WhatsApp. Quem me ajudou neste contato foi o sambista Didu Nogueira, também da família e que já estava me ajudando quando comecei a escrever a primeira parte […]

Pelo zap zap a generosidade da neta do compositor de ...





Da esquerda para a direita – Não identificado, Pixinguinha, Luis Silva e Jacob Palmieri. Sentados – Otávio Viana, Nelson Alves, João Pernambuco, Raul Palmieri e Donga
Leonor Bianchi Quando lembramos d’Os Oito Batutas pensamos logo na liderança do grupo por Pixinguinha partilhada com Donga. Porém não podemos esquecer que Os Oito Batutas ‘surgiu/ saiu’ do Grupo do Caxangá, liderado por um dos maiores violonistas do mundo, o brasileiro semi-alfabetizado nascido no sertão miserável de Pernambuco: João […]

João Pernambuco: um Batuta esquecido








Baús do choro
Os Baús do Choro com Leonor Bianchi* Convido a todos para conhecerem e curtirem este projeto cultural de guerrilha que estou fazendo no coreto da pracinha em frente a centenária banda Euterpe Lumiarense contando a história do choro através da biografia dos ‘Pais do choro’. São muitos os baús abertos […]

Os baús do choro























(67)DSCN3554_web 1
Leonor Bianchi Não fosse a ‘pena’ memorialista de Alexandre Gonçalves Pinto, o Animal, o flautista chorão Videira (presumivelmente nascido em 1860, no Rio de Janeiro, e desencarnado por volta de 1895), passaria sem ser notado nas páginas da história do choro. Foi em seu livro ‘O Choro: Reminiscências de chorões […]

Videira: Um flautista do choro que quase passou despercebido



Octávio Dutra
LEIA APENAS ESTE CONTEÚDO OU ASSINE A REVISTA DO CHORO E TENHA ACESSO A TODOS OS CONTEÚDOS DA PUBLICAÇÃO 1 vez : R$267,00 BRL - anualmente 3 vezes : R$90,66 BRL - mensalmente 12 vezes : R$22,83 BRL - mensalmente

Octávio Dutra 130 anos