Choro das 3 lança novo CD no Brasil


Depois de rodar os Estados Unidos apresentando o CD Boca de Goiaba, grupo inicia turnê brasileira

Por Carla de Campos*

As meninas do Choro das 3 estão de volta ao Brasil. Depois de três meses nos Estados Unidos, onde percorreram 30 estados e realizaram mais de 40 shows, as irmãs Corina (flauta), Lia (violão 7 cordas) e Elisa (bandolim e clarinete), além do pai, Eduardo (pandeiro), já iniciaram a apresentação para os brasileiros do mais novo trabalhado do grupo, o CD Boca de Goiaba (Macolé-2014). A turnê Brasil começou pelo Rio de Janeiro, com shows muito aplaudidos na praia de Copacabana e na cidade de Macaé; já passou por São Paulo Capital e por diversas cidades do interior paulista. As meninas do choro também fizeram grande show em Canoas, no Rio Grande do Sul e agora preparam a agenda para 2015.

O Boca de Goiaba é uma continuidade do trabalho iniciado no CD Boas Novas (2013), onde também foram gravadas apenas obras inéditas de autores brasileiros. São 14 faixas repletas de surpresas, inovações e influências musicais. Passa pelo Nordeste, com o baião “Teiú” e o animado frevo-título “Boca de Goiaba”, onde se destaca toda a sonoridade de uma miniorquestra composta por dois trombones, dois trompetes e um saxofone. Da influência europeia, aparecem duas peças mais clássicas, como “Minha Primeira Valsa”, composta para flauta e piano, e “Dança Russa”.

O mais recente trabalho de Corina, Lia, Elisa e Eduardo, que arrebatou as plateias norte-americanas, promete também encantar os fãs da boa música brasileira. Primeiro, pelo ineditismo da obra, que reúne deliciosos choros compostos pelas próprias meninas e por músicos convidados. Depois, por firmar mais uma vez o talento das jovens irmãs do Choro das 3 que há 13 anos se dedicam a estudar, conhecer, preservar e divulgar o mais autêntico gênero musical brasileiro.

A escolha do nome do novo CD já revela o espírito que marca a carreira das irmãs. É o bom humor que define o título inspirado em uma gíria curiosa trazida pelo chorão Paulo Fasanaro, 80 anos, do Recife, sua terra natal. A expressão é uma brincadeira com os cantores, digamos, não tão afinados e batutas. “Quando a música foi finalizada, a Elisa levou para o Paulo ver e ele já soltou a expressão para brincar com ela. Achamos curioso, simpático e resolvemos usar”, explica a flautista Corina, porta-voz do grupo.

Mais sobre o Choro das 3

Em 13 anos de carreira, reconhecidas em todo o Brasil, as “meninas do choro” mostram que apesar de serem tão jovens elas chegam ao quinto CD como grandes nomes da música instrumental brasileira. O grupo ganhou o país em 2008 com o álbum “Meu Brasil Brasileiro, lançado pela Som Livre. Por este trabalho, foram premiadas pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte), como Melhor Grupo de Música Popular. Em 2012, lançaram nos Estados Unidos (e depois no Brasil) o álbum “Escorregando”, título que marcou a estreia do selo Macolé e da carreira internacional do Choro das 3. Em 2013 foi a vez de gravar só inéditas da música brasileira no CD Boas Novas. Já no início de 2014 Elisa estreou como pianista no disco solo “Dias de Verão”.

A flautista Corina foi a precursora do grupo, estimulando as irmãs mais novas, Lia, no violão sete cordas, e Elisa, bandolinista, a também se encantarem pela música, especialmente pelo Choro. Desde crianças, Corina, Lia e Elisa vivenciam a música, graças a influência mais que positiva dos pais Cristina e Eduardo Ferreira. Com a frequência cada vez maior nas rodas de choro na cidade de São Paulo, não demorou para que elas aperfeiçoassem gosto e talento pelo gênero musical. Surgia aí o grupo que representa o que há de mais novo e gracioso no cenário musical brasileiro.
 

*Assessora de imprensa do Choro das 3
Contato: imprensa.chorodas3@gmail.com / (15) 9.9721-1155

Legenda: Corina, Elisa, Lia e Eduardo formam o Choro das 3
Crédito: Cristina Meyer

imprensabr
Author: imprensabr

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.