Oficina de choro da Faculdade de Música do Espírito Santo apresenta Edu Martins


Rúben Pereira

A Faculdade de Música do Espírito Santo (FAMES) oferece, desde 2008, a Oficina de Choro da FAMES, coordenada pelo músico Alexandre Araújo. A Oficina de Choro, anualmente, vêm formando chorões no cenário do estado e buscando aprofundar a presença e a voz do choro e dos chorões no ambiente institucional do Espírito Santo.

O compositor, pianista e violonista Edu Martins, nascido em Colatina (ES), teve parte de suas composições trabalhadas no ano de 2011 com os alunos da oficina, o que gerou, em 2014, um songbook com suas músicas acompanhado de um CD com suas composições gravadas.

A publicação merece elogios pela vontade de informar sobre o gênero choro. Apresenta pequenas biografias de compositores e instrumentistas do choro (Waldir Azevedo, o capixaba Maurício de Oliveira, Pixinguinha, Jacob do Bandolim, João Pernambuco, entre outros) e do samba (Donga, Noel Rosa, Cartola, Zé Ketti, Tom Jobim), além de pequenos históricos de gêneros musicais como choro, tango brasileiro e samba.

10961918_842671819137953_1189849883_n

As 12 composições apresentadas dão um espectro da obra de Edu Martins com quatro choros, quatro tangos brasileiros, dois sambas e duas bossas novas. São composições contemporâneas, com caminhos harmônicos interessantes e melodias ricas.

O songbook teve produção executiva de Alexandre Araújo e do próprio Edu Martins. A gravação, mixagem e gravação do Cd que acompanha o songbook foi feita por Augusto Ferreira, no estúdio ‘Namosca Audioroom’. Contou com o assistente de gravação Anderson Paiva, direção de Edu Martisn e Alexandre Araújo, arranjos coletivos da Oficina de Choro Fames, editoração e transcrição de partituras feita por Eduardo Lucas.

Os músicos que participaram das gravações foram: Elisa Dias (flauta transversal), Jaqueline Vieira (clarinete), Eduardo Lucas (trompete), Daiana Farias (sax alto), Daniel Freire (sax tenor), Alexandre Araújo (bandolim), Edu Martisn (piano e violão), Kako Dinelli (baixo elétrico) e Andreson Paiva (percussão).

O compositor e instrumentista Edu Martins

Edu Martins tem formação erudita, herdada de sua mãe, a pianista Alba Martins. “Rendeu-se à beleza da música universal e, através de estudo e larga pesquisa ao longo dos anos, desenvolveu, com muita sensibilidade, um trabalho instrumental autoral refinado, variado e de muito bom gosto, flutuando por vários gêneros musicais, dentre eles o choro, o samba, a bossa nova, valsa, samba canção, frevo, baião, embolada, maxixe, samba choro, congo, blues e jazz. Sua obra, composta, aproximadamente, de 150 músicas editoras, escritas para vários instrumentos, são bem elaboradas, valorizando os elementos da música, com bela melodias, harmonias bem trabalhadas, sobretudo respeitando o simples, o verdadeiro, valorizando assim suas raízes”.

O songbook traz as composições: Redondo (choro), Sururu (choro), Serelepe (choro), Choro a Vera (choro), Petisco (tango brasileiro), Tolinho (tango brasileiro), Torta de bacalhau (tango brasileiro), Cafuné (tango brasileiro), Beco do rato (samba), Sambora (samba), trompete (bossa nova), Madeira de lei (bossa nova).

imprensabr
Author: imprensabr

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.