A memória de Waldir Azevedo


Leonor Bianchi

Há alguns anos circula na internet um vídeo divulgando o péssimo estado em que se encontra o túmulo do nosso grande cavaquinista Waldir Azevedo, em Brasília.

waldir radio record IMS

Mas esse vídeo está errado, ele transmite uma informação equivocada porque os restos mortais de Waldir Azevedo foi transferido para o cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro, na década de 90, onde está sepultado até hoje. É o que este vídeo vai mostrar.

Mais sobre Waldir Azevedo na Revista do Choro

O lado B de Waldir Azevedo

Waldir Azevedo foi o chorão escolhido para celebrar os 10 anos dos songbooks playalong da Choro Music

Instituto Waldir Azevedo será inaugurado em Conservatória no dia em que o mestre do cavaquinho faria 94 anos

“Uma câmera na mão e um Cavaquinho na cabeça”: Documentário sobre Waldir Azevedo volta a ser gravado depois de seis anos ‘na lata’