Quem faz a Revista do Choro


Curioso(a) em saber quem faz a revista? Sou eu: Leonor Pelliccione Bianchi. Preciso atualizar a rápida apresentação que segue, pois escrevi a mesma em 2014 quando criei a revista; já está defasada em muitos aspectos.

Quem idealizou e ‘toca’ a Revista do Choro é a jornalista Leonor Bianchi. Graduada pela UFF, também cursou Cinema nesta universidade. É Técnica em Publicidade e Propaganda pelo Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro; chegou a fazer quatro anos do curso superior de Publicidade e Propaganda na Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM (RJ), mas trocou a opção de enganar as pessoas vendendo sonhos impossíveis por sua real paixão: as Letras e o Jornalismo. Atua na imprensa do interior e do estado do Rio de Janeiro e assina a idealização dos projetos: Mostra e Circuito Cinema Popular Brasileiro, Mostra do Filme Ambiental e Etnográfico de Rio das Ostras, Anima Cine Macaé, Cineclube SINDSERV-RO, Oficina de EduComunicação Idade Mídia, O Cinema na Escola, Videoteca Cinema Popular Brasileiro entre outros. Destacam-se suas pesquisas no âmbito da Análise do Discurso, Memória da Imprensa e do Cinema Regional e a idealização das Hemerotecas Digitas de Macaé e Rio das Ostras. Tem livros publicados pela Editora Flor Amorosa. Como conferencista participa de projetos relacionados às áreas de Comunicação, Jornalismo, Cinema e Audiovisual, Tecnologias Educacionais, Literatura, Letras e Língua Portuguesa, e, mais recentemente, ao Choro. Integra o Mapa de Cultura do Estado do Rio de Janeiro por sua atuação no segmento cultural em diversas frentes, em vários municípios do estado. É concursada Especialista em Audiovisual’ e Parecerista da Secretaria do Audiovisual (SAV), órgão vinculado ao Ministério da Cultura (MinC).