Memória do Choro


joao-pernambuco_rev_0~3
Leonor Bianchi Quando lembramos d’Os Oito Batutas pensamos logo na liderança do grupo por Pixinguinha partilhada com Donga. Porém não podemos esquecer que Os Oito Batutas ‘surgiu/ saiu’ do Grupo do Caxangá, liderado por um dos maiores violonistas do mundo, o brasileiro semi-alfabetizado nascido no sertão miserável de Pernambuco: João […]

João Pernambuco: um Batuta esquecido







Primeira formação dos Oito Batutas: Pixinguinha, na flauta, Donga e Raul Palmieri, no violão, Nelson Alves, no cavaquinho, China, no canto, violão e piano, José Alves, no bandolim e ganzá e Luis de Oliveira na bandola e reco-reco.
Leonor Bianchi ‘Nós somos Batutas’ é o nome do livro que estou publicando pela Editora Pizindim como menção e homenagem ao centenário de formação dos Oito Batutas. O livro de Izomar Lacerda “apresenta um estudo antropológico sobre o ambiente artístico-musical carioca do início do século XX, sobretudo na década de 1920, tendo […]

Nós somos Batutas



waldir radio record IMS
Leonor Bianchi Há alguns anos circula na internet um vídeo divulgando o péssimo estado em que se encontra o túmulo do nosso grande cavaquinista Waldir Azevedo, em Brasília. Mas esse vídeo está errado, ele transmite uma informação equivocada porque os restos mortais de Waldir Azevedo foi transferido para o cemitério […]

A memória de Waldir Azevedo





















(67)DSCN3554_web 1
Leonor Bianchi Não fosse a ‘pena’ memorialista de Alexandre Gonçalves Pinto, o Animal, o flautista chorão Videira (presumivelmente nascido em 1860, no Rio de Janeiro, e desencarnado por volta de 1895), passaria sem ser notado nas páginas da história do choro. Foi em seu livro ‘O Choro: Reminiscências de chorões […]

Videira: Um flautista do choro que quase passou despercebido